Reflita para refletir melhor! Por Aurelino Cruz

Reflita para refletir melhor!

Certa vez li a seguinte frase de um famoso Teólogo: ” Se precisar, PREGUE!” com relação ao Evangelho, as Boas Novas de Jesus Cristo para o mundo. Refleti essa sábia frase e cheguei a conclusão que ele está certo. Que vejamos o mundo dentro das suas complexidades, diversidades e desigualdades; e as pessoas dentro das suas necessidades! Quando uma pessoa está no fundo do poço, a primeira coisa a fazermos é tirá-la de lá, não é mesmo? Depois, podemos cuidar melhor dela, Assim vejo o assistencialismo que muita gente julga errado e a entende com a ótica distorcida da realidade.
Jesus quando encontrava as pessoas dentro das suas necessidades, a Sua primeira indagação era: “Que queres que te faça?.
Devemos pensar nisto quando analisamos as atitudes das pessoas.
Isto no levará certamente a uma sobriedade maior e uma humanidade mais inclusiva.
O Novo mandamento que Jesus nos deixou é ” Amai-vos uns aos outros como eu vos amei…” (cf. Jo 13.34-35), como condição necessária para sabermos que somos os seus discípulos.
O Amor é total e radicalmente inclusivo!
Por outro lado Jesus nos ensina que devemos repartir e ajudar o próximo, como forma de demonstrarmos nosso amor por Ele: “Pedro, tu me amas? …apascenta minhas ovelhas!” e outra vez: “vende tudo que tu tens e dá aos pobres, e terás um tesouro no céu. Depois vem e segue-me!” (Jovem Rico). Depois de que?
A Ação precede a retórica! Amar é atitude e não teorias de palavras vazias! Assim posso entender melhor o agir de Deus na vida de um país como o nosso, onde a maior parte de sua população e formada de necessitados e miseráveis que vivem abaixo da linha da considerada pobreza.
Que possamos usar os óculos corretos em nossas análises e julgamentos, principalmente daquilo que ainda não entendemos.
Para finalizar: “Somente entende que pão velho não é duro, quem não tem pão!”. Soli Deo gloria!

 

Aurelino Cruz metamorphosis

Aurelino Cruz metamorphosis

 

 

 

 

 

 

 

 

 
(Aurelino Da Cruz – 06/10/14)

TAGS: , ,

0 Comentários



Deixe o seu comentário.

Deixe seu comentário