Era um sábado, 29 de novembro de 1980…

Era um sábado, 29 de novembro de 1980, uma gestante acaba de dá entrada no hospital Jorge Valente na Garibaldi em Salvador – Bahia, seu nome: “Lucília Pereira Macedo”, ou simplesmente “Lúcia”, como ela se apresentava.

Foi recebida pela equipe médica, que após análise prévia de seu obstetra, detectou tratar-se de uma cesária de risco. Segundo o médico, o risco era tal, que as chances dos dois sobreviverem após o parto eram mínimas. Ela, usando a fé que fora ensinada por sua mãe “Nininha” (Estelita da Conceição Pereira), declarou para ele que tinha absoluta certeza que em nome de Jesus, os dois sairiam vivos e que não temeria mesmo tendo que assinar um termo de responsabilidade. Mas o médico voltando-se para ela e olhando atentamente o registro da data de nascimento no esparadrapo que envolvia o seu pulso, percebeu que era seu aniversário, disse: “-Olha, respeito sua fé, mas hoje é seu aniversário, gostaria muito que você curtisse seu dia, e amanhã farei seu parto!!! Dizia minha mãe, que ele achava que estava dando-a  oportunidade de mais um dia de vida!

Bem, resumo da ópera! Hoje estou aqui contando esta história, o médico errou apenas 37 anos e alguns meses de cálculo, ela se foi em julho deste ano, mas não antes de eu ter conhecido a mulher mais valorosa do planeta terra! De ter tido a oportunidade de conviver com ela, abraça-la, beijá-la, honrá-la, mas acima de tudo, amá-la tentando dar o mínimo de demonstração de gratidão por tudo que ela fez por mim!

A nossa história de ligação entre dores e alegrias iniciou literalmente no parto! E como sou grato a Deus por ter nascido dela! Com todos ensinamentos, afetos e carinhos!Ela fazia-me sentir o melhor filho do planeta, por mais que negasse meus mimos de acalanto.

Mainha, você voou para glória eterna em 09 de julho deste ano, de lá para cá pude perceber que a maioria, senão tudo, que fazia na vida era para ver o seu sorriso, e aquele olhar de orgulho que sempre demonstrava! Sei que mesmo a data sendo de seu aniversário, era o dia que você preparava um bolinho para André (genro) que faz também aniversario nesta data, o meu no dia seguinte (30 de novembro) amanhã, e até para Thais (nora) que faz aniversário no dia 02 de dezembro. Reuníamos os três, onde fosse para que você pudesse desta forma única, simples e verdadeira, mostrar seu amor, carinho e cuidado por todos! Nunca, deixou passar em branco.

Hoje, não teremos seu cuidado físico por aqui, mas guardo na minha memória todos os momentos felizes que passei ao seu lado. Hoje não te desejo feliz aniversário porque você não completa mais anos, meu amor, não passa mais por ciclos, porque você é agora é atemporal, eterna, se vestiu da imortalidade. Quanto a nós, ah meu amor, não há mais do que se preocupar, aliás aí onde estás não existe possibilidade de tal loucura! Isso é coisa nossa, dos teimosos existenciais que ainda não entenderam o recado do Mestre para que não ficássemos ansiosos por nada!

Tenho uma novidade! Desde sua partida eu escrevo sobre você, foi a forma que melhor encontrei para suprir a saudade já que penso em você todos os dias e é impossível esquecê-la. Então decidi juntar todos os escritos e torná-lo em um livro que deverá ficar pronto para o próximo ano, isso mesmo! Você será tema de um livro, meu primeiro! Não poderia ter outro tema melhor do que você! Não me importa se fará sucesso, ele já sai como com o propósito cumprido, pois muitos conhecerão um pouco mais sobre sua história e seu legado nesta existência!

De seu,

Nando,

em 29 de novembro de 2018, um dia antes de meu aniversário!

TAGS: ,

4 Comments

  1. João Paulo da Cruz Rodrigues disse:

    Meu amigo te desejo o melhor e creio que esse livro será ou não um sucesso isso eu sei q pra você pouco inporta, mais sim a menssagem transmitida isso sim importa pra você Deus continue te fortalecendo por quer o seu Nascimento teve um proposito maior que é ajudar pessoas insentivandoas a proseguir não dessistir e ser forte muito obrigado por termos essa afinidade e Deus está se alegrando com a presença da sua querida e eterna mãe e até posso imaginar ele chamando a sua mãe e falando olha q orgulho é nosso filho Fernando e o próprio Deus a parabenizando pela missão aqui te desejo o melhor meu Amigo

  2. Luciana disse:

    Fernando, que linda história. Glórias á Deus!
    Quando o Senhor te escolheu vc ainda nem sequer existia, e o Senhor já havia traçado toda a sua jornada. Você é uma pessoa mais que especial, você e ungido do Senhor, as meninas dos seus olhos e sua mãe foi abençoada por Deus em lhe conceber.
    Você sempre a disposição do mestre em cumprir o querer Dele.
    Parabéns a você pela pessoa que é. Que a benção do Senhor te alcance e se cumpra em todo o querer do Maravilhoso Deus a que servimos.
    Um forte abraço amado irmão.

Deixe seu comentário